quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Êxtase


Bianca Rossini

Uma noite, ao canto de uma lua cheia,
cercado por estrelas
que reinam sobre a vasta escuridão

como uma pedrinha
longe na distância
meu coração saudoso
repousa sob tua sombra.

Sim, certamente
poderia ter-se perdido
no mar de todas as coisas,
mas seu brilho reflete
uma presença
que não pode ser vista impunemente.

Ressoam profundos desejos,
mantêm-se doces memórias,
como numa canção de ninar,
sempre cantarei teu nome junto ao meu,
como era para ser os nossos corações.

Felicidade, felicidade, felicidade
tudo o que era,
tudo o que não foi roubado,
e tudo o que poderá ser…

Como pétalas arrancadas cedo
pela fúria de uma tempestade,
ainda que seu talo sustenha uma flor
pode também esconder lágrimas
por um amor abandonado com desprezo.

A minha flor sobrevive ao inimaginável,
supera o banal,
desafia todos os temores e tristezas,
permanecendo aveludada,
aberta
encarando o céu
sempre.

Meu amor tem duas vidas para amar-te.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Falta você...só você!

Quero você...simples assim, mas intenso!



Estava procurando uam frase bonita, de impacto e de um grande pensador
ou de uma pessoa famosa. Algo que dissesse o que sinto por você.
Não desmerecendo ninguém, nãoencontrei. Por que? Porque somente eu
é que vivo dentro de mim, logo so eu sei oque sinto.
Não posso pegar frases alheias, poesias de outros para dizer o que devo dizer,,,
Quero você!
Não é poético, não tem rima e talvez nem entre para a historia, mas
é sincero...
Quero você!

GCB

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

domingo, 11 de dezembro de 2011

BENDITO PECADO!


Benditas sejam as curvas
que percorro nesta estrada
bendito seja o calor
que nos queima na jornada~

bendito seja seu cheiro
misto angélico e infernal
como bendito é o licor
da sua fonte divinal.

Bendigo vales e montes,
gêmeos, me ofertados;
bendigo a boca molhada
que à minha fica colada

bendito dentes cravados
seus lábios rubros inchados
e bendita seja a dor
que suas unhas no furor

do amor profano e sagrado
no meu dorso faz riscados
traça o mapa imaginário
do que me é santuário

paraíso e minha igreja;
e por fim bendita seja
com seus gemidos e gritos
bendito, mais que bendito;

bendito corpo suado!

JJBraganeto

Vagabunda©


Mulher que se transforma na cama
deixa de ser..a Dama
e passa a dominar meus desejos
me lambe, me enche de beijos
e em jogos de trapaças
em mim, faz arruaças

Me morde, me despenteia
a chama abaixa, ela alteia
não pensa nunca em parar
quer extrair de mim..tudo q tenho pra dar
sua vontade nunca passa
e em mim...faz arruaças

No ataque a cada momento
seu corpo em movimento
é tela pintada com maestria
acaba a noite, começa o dia
e a obra de arte nunca termina
seu prazer..me ilumina

Prostituta quando deve ser
faz teu homem gemer
do profano ao sagrado
cada gota sua  eu trago

em troca me das o que de melhor tem
as caricias e posições que lhe convém
tento me esforçar e te dar prazer também
que os anjos do céus, fechem os olhos, mas digam amem

Mulher , fêmea no cio
e eu um cão vadio
paixão que me inunda
por ti..minha vagabunda

que se esconde durante o dia
mas a noite nada de monotonia
somente a sensação mais profunda
te quero...assim Vagabunda

Tentei te decifrar
saber o que esta a pensar
e de onde és oriunda
mas fico aqui a calar
apenas a admirar
teu jeito, assim Vagabunda

Gilson Costa - Baseada na Poesia Vagabunda de Lu Macário

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Meus desejos safados




minhas vontades safadas
impuras e profanas
esperam por você
na minha cama

minhas vontades taradas
intensas, malvadas
esperam por você
e mais nada

minhas vontades sem vergonhas
lascivias, sacanas
clamam por você
na minha cama

gilson costa

Prazer...


Prazer...tenho vários nomes
Sou varias coisas
E posso estar em você...

Prazer...
Meu nome é Loucura
E vou logo perguntando
Por onde começo...
Pegando-te.
Tirando seu centro
Mexendo em seu prumo
Fazendo-a perder o rumo...

Meu nome é Juízo
E não adianta me querer
Estou aqui exclusivamente
Para você me perder 
Jogar-me para o alto
Jogar-me fora...
Largar-me esquecido em um canto
Por umas longas horas
Por isso hoje eu insisto
Esqueça que eu existo...

Meu nome é desejo
O calor da paixão
Com meu ardente beijo
Invado teu coração
Aumento tua temperatura
Faço-te suar
Enlouqueço teu corpo
Só de em mim você pensar
De forma gostosa
Faço-te sofrer
Vai se acabar de gemer
Sem nada te doer..

Prazer...
Gilson Costa

Nos dois!


Tuas mãos em meu corpo - Sedução! 
Tua boca em minha boca -  Tesão! 
Teu olhar no meu olhar - Fixação! 
Meu corpo em teu corpo - Explosão!

Gilson Costa

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

mil mulheres em ti...



(...) Diante de mim e em mim,
apenas a verdade que você não pode alcançar.
(minha) vida não está contida em palavras.
A ubiquidade do meu ser não pode ser compreendida:
eu sou mil mulheres e nenhuma delas vive
ou cabe nas tuas limitações
ou dentro dos teus olhos...

              *****

Você que é varias em uma só
alem dos meus limites,
onde não posso te conter, 
você, ser ilimitado
que não cabe no meu olhar,
dai-me uma chance
para que eu possa
todas as mulheres que ha em ti
amar...

Gilson Costa

Meu nome é desejo!!!



Meu nome é desejo e vou te ensinar a voar!
Abra tuas asas, jogue-se no vento da paixão,
não tenha medo de cair...
Vim aqui apenas para tirar teus pés do chão
Meu nome é desejo!
Tire tuas roupas, vista o meu prazer e deixe tudo mais acontecer...

Karla Bardanza

Destruir tuas (in) certezas



Destruir tuas (in) certezas
É a certeza que tenho,
Mesmo não sendo ideal caminho
E por ele que eu venho
E ele me traz até você
Derrubar suas muralhas
E seus dogmas jogar para o ar
Fazer você desacreditar em acreditar
Nas tuas decantadas crenças
Cheia de mentiras e indiferenças
Fazer sair de cima do muro,
Perder teu norte e o rumo
Mostrar que em ti esta
Teu porto seguro...

Aqui estou para te deixar louca
Fazendo carinho com minha boca
Envolvendo-a em minhas malicias
Teu corpo, minha total caricia,
Quero que encontre a glória
Quando eu derrubar teus muros, de Tróia
E invadir novamente as tuas guerras
Na cama faremos paz, depois de muita guerra
Corpos suados, combalidos,
Mas sem vencedor e nem vencidos

Aqui estou para atentar tua alma
Fazer-te perder a calma
Pegar-te de jeito, por inteiro
Para você sentir o meu toque
, minha tara e o meu cheiro
Mesmo distante de mim,
Vai querer mais, eu sei que sim

Estarei nos teus sonhos, no teu dia
A todo o momento
Farei morada em teu corpo
E no teu pensamento...

Gilson Costa


quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Nossa História...



Entre livros e livros escreveremos nossa história, usando nossos corpos como paginas,
Escreveremos nossa historia, usando nossos corpos como paginas.
E de paginas abertas, tateando com os dedos, leremos nossos intensos desejos.
Serás você um livro novo. em brancas páginas a serem desenhadas pelas mãos hábeis do de um desejoso escritor, sonhador que com palavras de paixão escrevera uma linda e intensa história preenchera cada espaço de suas folhas
E ao preencher o vazio de suas paginas , ficando ambos saciados, impregnados desta louca historia, fecharemos o livro com nossos segredos, loucuras e ousadias nunca antes narrados.
E ao sentirmos saudades destas linhas, abriremos novamente o livro, quantas vezes forem necessárias, será uma história sem fim, daquelas que dá vontade de ler várias vezes, para curtir de novo cada detalhe, cada virgula, cada ponto de  exclamação!!!
Um bom livro, cheio de mistérios, romances, aventuras e paixão sem limites, da à vontade de ficar lendo eternamente...!


Sempre


Gilson Costa

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Em ti..meus olhos!

Meus olhos rasgam-se nus em ti.
Nu plácido desta página, o teu olhar é um incêndio que procura arder nas minhas savanas!...

Devia...


 

Devia ter-te agarrado bem,
bem no meio das minhas coxas,
fincado os pés nas tuas costas.
Devia ter parado esse teu vai-vem,
esse erotismo triste,
triste,
sulcado de um eminente ir,
ficavas num eterno vem,
num constante vir.
Devia...

A Espera!!!




"Eu quero ter certeza que a espera não será interminável,
e que meus desejos até agora incansáveis,
serão saciados.

Por enquanto tudo são sonhos,
e em sonhos, teu corpo quente me aquece..."

domingo, 13 de novembro de 2011

O Chão é a cama


O Chão é a cama para o amor urgente,
O amor não espera ir para a cama.
Sobre o tapete no duro piso,
a gente compõe de corpo a corpo a última trama.
E para repousar do amor, vamos para a cama!

Poema de Meimei Corrêa)


A mulher ama com intensidade
E o homem ama apenas com loucura...
Ela se entrega a uma vontade
De sempre demonstrar sua ternura.

A mulher exagera nos carinhos
E o homem busca a fonte dos desejos
Ela percorre todos os caminhos
Em busca das essências e do ensejo

De dar-se por inteiro ao seu amado.
O homem nem sempre entende o nosso lado,
Ficando sempre à margem sem saber

Que nós somos de Vênus - Puro Amor...
Lá de Marte o homem traz senão a dor

Possuir o que me possui


Possuir o que me possui
De repente saudade se fez vontade
Dominando pensamentos castos
Transformando-os em devassos
Uma brisa no final de tarde
Que virou em mim, tempestade
“De repente, não mais que de repente”

Sem figuras de linguagens, metáforas
Que em mim ardem, incendiando
Meus mais loucos desejos...
“Meu reino, por teu beijos
Não te quero amiga, não te quero frágil
Nem quero saber quem te ama,
Quero você, mulher, nua em minha cama

Não te quero dócil, tímida ou retraída
Quero você safada, muito mais
Do que já foi em tua vida

Sem promessas, nem pressas, nem juras
Só quero a intensidade dos gozos
Fazer amor diversas vezes e bem gostoso!!!

Quero sussurros e gemidos loucos
E sua língua vadia a percorrer pelo meu corpo
Quero tua cavalgada, por toda noite, madrugada!

Tirar tua roupa, fazer o que eu quiser
Te pegar em pé
É isso que te proponho
“Deixe de ser apenas o meu sonho”

Quero possuir o que me possui,
Beber do teu prazer e nos meus braços
Prender-te...
Não deixar você escapar...ir
Quero te possuir!!!


Gilson Costa

Posse


Posse:
Tú és minha...
Vem deixa eu desnudar tua alma,
deixa eu te possuir...mais uma vez!

Gilson Costa

quinta-feira, 3 de novembro de 2011