quinta-feira, 28 de junho de 2012

Permita-me



Permita-me, arrepiar-te
permita-me fazer sua pele suar
permita-me despertar
teu desejos
permita-me fazer-te
perder os sentidos
permita-me ouvir teus gemidos
permita-me ser devasso
permita-me tudo que faço
permita-me que eu te desfaleça
permita-me e isso não é promessa
permita-me em uma noite inteirinha
permita-me ser pura e simplesmente
minha...
 
Gilson Costa

domingo, 24 de junho de 2012

Ainda teus pés!



Caminham pelo mundo
afastando-a de mim
mesmo cruéis e ingratos
adoro-os mesmo assim
 
aos teus me prostro
fazendo-te altar
os teus sigo a distancia
querendo os alcançar
 
no teus bonitos
insisto meu lábio pousar
aos teus me rendo
impossível não se encantar
 
@gilsoncosta42

Teus pés!


sagrados
santos
profanos
cobiçados
angélicos
humanos
desejosos
"desejantes"
meus sonhos
partes tua
nua
Céu
eu sem Lua
alados
amados
por mim
(in)tocados
correm
flutuam
fogem
escapam
ilusão
da minha
eterna
adoração!!!
 
Minha imaginação, sobe por suas curvas...
os pés é apenas o inicio desta aventura...
 
Gilson Costa





É bom estar contigo, amor…
A sentir-te,
A contemplar-te,
A Amar-te…


Na minha volta,
Regresso para os teus braços,
Para o teu abraço profundo,
Aconchego-me no teu colo,
Carente do teu calor.


A saudade de ti…
Que me mata por dentro,
Aquela dor profunda no peito,
Está agora adormecida,
Mas sempre à espreita…


Na volta para ti, 
Meu amor, renasço.
Alimento a vontade de viver…
Junto de ti,
Eternamente...


Ramarago

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Esquecer-me?


Onde teu corpo no meu encaixa


Hilda Hilst - Do Desejo


Quem és? Perguntei ao desejo.
Respondeu: lava. Depois pó. Depois nada.


I
Porque há desejo em mim, é tudo cintilância.
Antes, o cotidiano era um pensar alturas
Buscando Aquele Outro decantado
Surdo à minha humana ladradura.
Visgo e suor, pois nunca se faziam.
Hoje, de carne e osso, laborioso, lascivo
Tomas-me o corpo. E que descanso me dás
Depois das lidas. Sonhei penhascos
Quando havia o jardim aqui ao lado.
Pensei subidas onde não havia rastros.
Extasiada, fodo contigo
Ao invés de ganir diante do Nada.

II
Ver-te. Tocar-te. Que fulgor de máscaras.
Que desenhos e rictus na tua cara
Como os frisos veementes dos tapetes antigos.
Que sombrio te tornas se repito
O sinuoso caminho que persigo: um desejo
Sem dono, um adorar-te vívido mas livre.
E que escura me faço se abocanhas de mim
Palavras e resíduos. Me vêm fomes
Agonias de grandes espessuras, embaçadas luas
Facas, tempestade. Ver-te. Tocar-te.
Cordura.
Crueldade.

III
Colada à tua boca a minha desordem.
O meu vasto querer.
O incompossível se fazendo ordem.
Colada à tua boca, mas descomedida
Árdua
Construtor de ilusões examino-te sôfrega
Como se fosses morrer colado à minha boca.
Como se fosse nascer
E tu fosses o dia magnânimo
Eu te sorvo extremada à luz do amanhecer.

IV
Se eu disser que vi um pássaro
Sobre o teu sexo, deverias crer?
E se não for verdade, em nada mudará o Universo.
Se eu disser que o desejo é Eternidade
Porque o instante arde interminável
Deverias crer? E se não for verdade
Tantos o disseram que talvez possa ser.
No desejo nos vêm sofomanias, adornos
Impudência, pejo. E agora digo que há um pássaro
Voando sobre o Tejo. Por que não posso
Pontilhar de inocência e poesia
Ossos, sangue, carne, o agora
E tudo isso em nós que se fará disforme?

Existe a noite, e existe o breu.
Noite é o velado coração de Deus
Esse que por pudor não mais procuro.
Breu é quando tu te afastas ou dizes
Que viajas, e um sol de gelo
Petrifica-me a cara e desobriga-me
De fidelidade e de conjura. O desejo
Esse da carne, a mim não me faz medo.
Assim como me veio, também não me avassala.
Sabes por quê? Lutei com Aquele.
E dele também não fui lacaia.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Tem mulher que deveria se vestir apenas com algumas gotas de perfume!



o perfume que tua pele veste
meu sonho devasso  agradece
por fazer do teu cheiro, minha prece
fixando-o em mim, assim não se esquece

O vento que vem do leste
traz o sorriso que me deste
e o perfume que a tua pele veste
acorda meu lado cafajeste

Meu pensamento, nada celeste
de más intenções, se reveste
nada há que o conteste

O pecado é meu maior teste
não quero que o tempo se aprece
sentindo o perfume que tua pele veste


Gilson Costa

Preciso sentir você



Preciso sentir teu corpo
De novo na noite de minha vida
Ouvir me chamando de seu homem
E te chamar de minha menina
Preciso sentir minha mão
Fundindo-se com teu corpo,
Nem que seja só um pouco
Mistura homogênea
Que sem ela, juro, fico louco.

Preciso sentir tua boca
Teus lábios carnudos nos meus
, mesmo que isso não seja certo,
Sem você, hoje em mim é só deserto,
Ouvir tua voz, ver teu olhar
Preciso de teu corpo para admirar

Preciso...

Preciso...

Preciso de você perto de mim
Preciso de horas que sejam sem fim
Preciso mais uma vez ter você
Mesmo que um dia, tenha que te esquecer

Gilson Costa

"Ainda encontro a formula do amor..."




Eu te quero nua
Eu te quero impura
Eu te quero insana
Uma inconsequente
E te quero ainda
Que incoerente...

Eu te quero assim
Quero muito mais
Anjo pornográfico
E também
Devassa
Inocente
Pura e casta

Eu te quero ardente
Eu te quero deusa
Doce e coerente
Sua chama acesa
Exploradora
Bandida
Obscena
Mulher ou menina
Caçadora
Valente
Cheia de desejos
Vontade
Ousada
Santa
Indecente

Eu te quero fácil
Eu te quero feminina
Eu te quero o máximo
Eu te quero
Transcendente, audaz
E te quero amante
Sedutora, viril
Anjo lascivo
De grande malícia
Insaciada libido

Eu te quero assim
Quero-te mulher

Gilson Costa

Insensatez




Eu procuro
Por ti
E o desejo inerte
Que me foge
Tal qual vampiro da cruz.
Tal qual a escuridão da luz...

Teu cio
Em cachoeira
Insiste em enfeitiçar-me,
Mas sempre que tento mergulhar
Você
Consegue escapar...

Gilson Costa

Em se tratando de nos dois



Em se tratando de nos dois
Quero pecar o que for
Necessário, sem medo
Mesmo sabendo condenado
Não temo esta decisão
Em se tratando de nos dois
Entrego-me a esta tentação.

Não há divisão e nem por que
Pois em se tratando de nos dois
Não há duvidas de meros mortais
Nem perguntas banais
Em se tratando de nos dois
Não são nada os sete pecados capitais.

Em se tratando de nois dois
So há o desejo que queima a alma
Só ha o fogo que alimenta a paixão,
Em se tratando de nos dois
O nosso maior pecado é o tesão

Gilson Costa

domingo, 17 de junho de 2012

PoemaInstante


Ao te sentir no cio
Feito um cão vadio
Entrei em desvario
E sem dar um piu
Preenchi teu vazio
Jorrando como um rio

PoemaCanibal


Mal
Sei teu nome
Mas
Se estás com fome
Vem
Pega
Mete
Me come

Poema Cunnilingus



Beijo
Teu beijo
No centro
Do teu desejo

REFAÇO-ME EM TEU CORPO



Tentação

Não me tente, ó menina,
Com essa beleza divina
Que me mostra, quase nua...
Não me tente, que enlouqueço,
E dos pudores esqueço,
Ante o que me insinua...

Há tempos que a desejo,
Sonho doido com seu beijo,
Sua boca de sedução...
E agora a vejo assim,
Projetar-se sobre mim,
Com tanta provocação...

Se me tenta, desejosa,
Qual uma gata manhosa,
Com tanta desfaçatez,
Vou deitá-la sobre a relva
E qual as feras na selva,
Possuí-la de uma vez!

Piero Valmart

Não é só tesão, porque eu passaria o resto da minha existência fazendo carinho nos cachos do seu cabelo. Tati Bernardi

sábado, 16 de junho de 2012



Alimento
Este amor
Não sei se é
Desta vida apenas

Alimento
Este amor
Pois com você
Minha alma vive plena

Alimento
Esse amor
Pois ao alimentá-lo
Minha vida, fica serena

Sou egoísta sim
Quero você pra mim

Gilson Costa

MINHA VERSÃO



Eu te devoro
imploro

Você me demora
faz hora 
sozinho
Faz de mim seu menino

Você me seduz
conduz

Você me atiça
enfeitiça
chama meu nome
Faz de mim seu homem

Você me mapeia
Rodeia
me estonteia

Você me percorre
socorre
Sente
Faz de mim seu presente

Você me desperta
me interessa

Acaricia 
faz Sol em meu dia

Você irradia
Arrepia
me deixa louco
Faz o que quer com meu corpo

Você me seduz
Conduz

Você me da calor
Amor
Possui
Só você é lenitivo para minha dor

GILSON COSTA


Caminhar por esta geografia,
Aclives e declives,
Estrada de curva maliciosa,
Vou a suaves passos,
Senhora.
Estás sempre vestida
De festa,
Flores estampadas
Sobre a verde floresta.
Teus olhos, estrela maior
Da constelação,
Azul celeste que ao céu
Empresta o anil da imensidão.
Brilho radiante, um sol
A invadir,
Feito violeiro espero o
Dia surgir.
Na balada matinal, como
Pássaro no quintal, busco
Em teu corpo um lugar para
Aninhar.
Entre tanta beleza, não há como
Parar... Vou seguindo....
Descobrindo a cada dia o grande
Motivo que me faz
Tanto, tanto te amar!

NUM BECO By Gilson Costa




Num beco quero sua boca
colada e molhada na minha
seus olhos eu quero fechados
sem foco em minhas retinas

tuas pernas nas minhas enroscadas
a saia, bem levantada
de lado a calcinha puxada
enquanto você é penetrada

quero minha mão a deslizar
em sua pele macia
quero te amar
mais a cada dia

e quando o desejo surgir
quero te jogar no chão
no beco te possuir
com toda minha paixão.

Gilson Costa

O beijo do Signo Gilson




O beijo deste signo
é cativante, envolvente
profundo
geralmente dado com sentimento
com voracidade
Um beijo que gruda, vicia
que alimenta o desejo
O beijo do Signo Gilson
é intenso, 
dado com a alma, corpo e coração
inesquecível
irresistível
Um beijo molhado, mole...
um veneno e um remédio
a cura e o refrigério
pecado e sortilégio
Um beijo "caliente"
que desperta varias emoções
o beijo do signo Gilson
é recomendado
em todas as estações...

Gilson Costa

´(Modéstia e tudo na vida de um ser humano)

você esta carente de mim


eu carente de  você 

vamos fazer esta carência
desaparecer
você esta querendo me beijar
eu quero te abraçar
vamos o útil ao agradável
juntar
e assim encontrar o paraíso
por favor, por nos dois
perca um pouco...o 
juízo

Gilson costa

Como saber dos teus vícios...



como saber dos seus vícios

manias, feitiços
como seu beijo, abraço, desejo
como saber de você
Como conter seu encanto
coloca-la em meu canto
em minha poesia
se distante de mim
esta todo dia
Como saber se vicia
se teu beijo me principia
e minha alma na tua
irradia...
Como saber dos teus vícios...

Gilson Costa


Não me mate em sua vontade
Mate em mim sua vontade...

Gilson Costa


quarta-feira, 13 de junho de 2012

Visão



Tu és mulher, antes de tudo
fêmea que exala perfumes, perdição beijos.
Tuas curvas e teus seios
cada parte de ti, por mim é desejada
e cada canto de seu escondido universo
vem se mostrar em meus versos.....
Tua visão foi em um instante mas marcante,
e me vi possuído por desejos
ensandecido de vontade
de tê-los em meus lábios,
de ter você em mim
possuí-la feito animal
esquecendo meu lado humano racional

não tente a minha vontade anular
pois o meu desejo é difícil de domar,
deixe-me apenas sonhar..
Que logo mais terá fim
e não saberei ao acordar distinguir
se sou eu que peço por você
ou se é você que enlouquece a mim...

Olho na íris dos teus olhos
e vejo minha imagem refletida
no desejo que me queima a alma e minha vida,
perderei-me em teus seios fartos
e não quero que me encontrem
até que meu ser fique saciado e ausente
gozar docemente o momento presente

preferia não ter visto
mas a vontade foi maior que a razão
por mais que me esforce
não consigo apagar tua visão
espero descobrir o antídoto
desta cruel vontade que me assola
quero curar-me, esquecer-te
mas a visão insiste em não ir embora

é como miragem de água no deserto
é como estar distante mesmo estando perto
é como doce que criança não alcança e chora
a boca fica cheia d'água na hora,
e se não posso desfrutar desse deleite
posso e com eles eu sonho, crio na mente mil estórias
quem sabe o tempo venha expulsa-las de mim, estas memórias

tuas palavras, tuas negativas...Vagam por ai esquecidas
tua imagem foi fragmentada, congelada
em mil pedaços diluídos por meu desejo absorvida
e teu sabor... Eu imagino com vontade
tudo soou como um sonho bom
sonho perdido em explosões de lascividade

Gilson Costa

“Nada para mim é tão belo como 
                                                       o movimento e as sensações. “


     

Salva vidas



Entrego-me a ti
como se fosse minha salvação
e assim me agarro
nesta doce emoção

me pego a olhar
teus olhos como minha inspiração
e assim me encontro
longe da solidão

como se fosse
minha ultima chance
não te deixo escapar

como não posso
perder este lance
tento obstinadamente te amar


Gilson Costa

Quando eu vi você tive uma idéia brilhante. Foi como se eu olhasse de dentro de um diamante e meu olho ganhasse mil faces num só instante.

Leminski

domingo, 10 de junho de 2012

Encontro





Pedirei que a tua boca
procure pelo meu sexo liso
nele encontraras a fonte que te sacia
nele encontraras teu paraíso.
Tua língua percorrera o pecado original
e a seiva brotara
de forma sem igual....
Banhando-lhe em sucos densos
você me manterá altivo, erguido,
lança pronta para ferir e te morder
mas esta dor te dará prazer.
Enquanto isso não acontece
sonho, pois o sonho me aquece
resta-me o mundo da ilusão,
fantasias e desejos.
E nos momentos loucura e de paixão
caíras vencida por terra,
não se arrependeras dessa guerra
serás minha melhor vista
serás meu território de conquista
serás teu o meu poder
e você será senhora suprema do meu ser..


Gilson costa

Quando você aparece em minha frente



um sinal avisa minha mente
tenho vontade de te provar
sentir o sabor do teu ser
e saber do gosto de tua pele
por favor, não me negue.....
Meu corpo precisa te conhecer,
desejo te acariciar....explorar, penetrar
seus mistérios....
Derrubar este seu mito serio.
Passar a língua com lentidão em cada canto
conquistando aos poucos teu corpo....
Feito um guerreiro louco.
Deixando o rastro de desejo e excitação
se misturando com a batida de seu coração
e nossos gemidos e sussurros na madrugada
uma noite não é nada
pois desejo te possuir
te sentir
fazer de você, minha
desejo não despertar desse sonho
dar-te prazer eu me disponho
tornando-me assim parte de você, de seu corpo...
Sentir cada caricia, cada gesto, cada choque...
Num profundo toque,
você a me cavalgar sem medo de se perder
deixando o ritmo envolver meu ser
por caminhos sem limites,
indecentes convites
delirantemente sem voltas......
Ah ! O teu corpo precisa voltar
ser minha emoção preferida
e novamente desvendar, se mostrar
cada vão, momento de minha vida

Gilson Costa

Sexo


Meu corpo
louco
sem controle,
suado
febril
minha alma
vagando
perdida
em teu corpo
teu corpo
tenso
feliz
em êxtase
minha vida
completa
colorida
meu amor
eterno
intenso,
você...



Gilson Costa

Festa




Meu olhar ao vê-la faz festa
Meu corpo se desfaz em carnaval
Tempo para pensar em mim, não resta
Pois ti é um bem que me faz mal

Meu coração só bate alegria
Minha alma em tuas mãos, rendida.
Se me faltas um dia
Morrerei em vida

Tudo que digo pode não ter sentido
Palavras loucas, vazia ou vã
Minha cota de loucura e ilusão

Se choro por dentro sorrindo
É que tenho esperança no amanhã
De prender em mim teu coração



Gilson Costa

Desejo





Os meus lábios no teu
A minha vida é só sua
Sonho a cada instante
Embalando-a toda nua

A minha mão no seu corpo
O seu corpo só meu
Te faço mulher na cama
Sacio o desejo seu

A minha língua vadia
Em meio a emoções turvas
Me perco sem desespero
Percorrendo as suas curvas

As almas estão a dançar
Os corpos em movimento
Esqueço o mundo lá fora
Eternizando nosso momento


Gilson Costa

SIM QUERO-TE


...deliciosa...
provocante...
á espera do meu toque!


Peguei, trinquei e meti-te na cesta, ris e dás-me a volta à cabeça.
Vem cá tenho sede, quero o teu amor d'água fresca.

DESEJO






QUE TOMA MINHA ALMA
QUE DOMA MEU CORPO
ME INCENDEIA
E QUE ME CORROÍ POR INTEIRO
DESEJO...
QUE ESTA EM MEU PENSAMENTO
ESTA NOS MEUS POROS
E ESTA EM MIM POR DENTRO
ME TOMA DE ASSALTO 
ME FAZ REFÉM
ME CONDUZ
E ME FAZ BEM...
DESEJO
QUE ENCONTRO EM CADA CURVA
DO TEU CORPO
QUE SINTO NO TEU PERFUME
E ME APROFUNDO NO TEU OLHAR
DESEJO...
DE TER VOCÊ , DE TE TOCAR
DESEJO
QUE ME ENLOUQUECE 
QUE ME REJUVENESCE
ILUMINA MINHA ALMA
ME ENGRANDECE
DESEJO ESTE
QUE MEU CORPO
EM MOMENTO ALGUM
ESQUECE




Gilson Costa 

eu te devoro



eu te devoro em pensamentos
e na minha nada casta
imaginação
te vejo nua
roupas pelo chão
te vejo minha
submissa, a disposição


eu te devoro
em minhas poesias
que de santas , não tem nada
percorro teu corpo
em minhas madrugadas
sinto teu gosto...
teu perfume em minha alvorada


eu te devoro
a cada pedaço vagarosamente
sorvendo cada desejo teu
futuro mais que presente
pois em minha devassa mente
voce ja me pertence



Gilson Costa

Assim prefiro...



Prefiro pele com pele
Ouvir teus gemidos,
O total descontrole
Dos sentidos,
Tua boca na minha
Este encaixe perfeito
Teu corpo suado
Jogado em meu leito

Prefiro assim
Você exposta pra mim
Ali bem do meu lado
Ao alcance do meu desejo,
Do mais casto
Ate o mais safado
Nua
Desnudadde pudor
Para varias horas de amor

Assim prefiro...

sábado, 9 de junho de 2012

ENTÃO SURGIU VOCE



FEZ-SE LUZ
INUNDOU O MEU VIVER
ILUMINOU A MINHA NOITE
FEZ-SE MEU AMANHECER.

FEZ-SE LUZ
ROMPENDO A AURORA
SE HOJE A VIDA BRILHA
NA ESCURIDÃO SE ENCONTRAVA OUTRORA.

FEZ-SE LUZ
RAZÃO DE MINHA VIDA
JÁ NÃO HÁ MAIS A DOR
JÁ NÃO HÁ MAIS DESPIDIDA

FEZ-SE LUZ
INTENSAMENTE EXPLODIU
MINHA ROTINA EM PRETO E BRANCO
DE REPENTE COLORIU

Gilson Costa

Florescer Do Desejo



 

BOCAS QUE SE UNEM,
CORPOS QUE SE ATRAEM,
DESEJOS QUE FLOSRECEM
AS ROUPAS NO CHÃO CAEM

BOCAS QUE MURMURAM
JURAS DE AMOR,
O MUNDO SE TORNA PEQUENO
O FRIO SE TORNA CALOR.

E NA CADENCIA LOUCA
DOIS CORPOS SE TORNAM UM
AS HORAS SE TORNAM POUCAS
E O DESEJO COMUM.

BOCAS SEPARADAS
RESPIRAÇÕES OFEGANTES
LA FORA A MADRUGADA
AQUI DENTRO DOIS AMANTES

E O ABRAÇO APERTADO
NUM MOMENTO SEM IGUAL,
TUDO ENTÃO É ESQUECIDO
NO EXTASE FINAL.


Gilson Costa

Você



Teu gosto
Esta impregnado
Em cada célula
Do meu ser

Teu fogo
Corre no meu sangue
Mantendo-o aceso
Fazendo-me arder

Tua vida
Tornou-se minha vida
Mesmo sem querer

Meus dias
São lembranças de você
Este é o meu viver.

                                                         Gilson Costa

Sua Arte


Quero redesenhar em minhas mãos
Cada curva de tua bela escultura
Quero te entender, te estudar
Sentir de perto tua arquitetura

Quero colorir-te cada pedaço
Esquecer de minha vida escura
Quero admira-la como arte
Como fotografia ou pintura....

Gilson Costa

Teu corpo



Quero mergulhar em tua correnteza

Lavando assim minhas impurezas
Deixando por dentro só beleza
Deste maltratado ser.

Quero me banhar em tua profundidade

Afogar minhas saudades
Viver dentro de tua realidade
Para nunca mais me perder.

Quero nadar em tuas águas calmas

Limpar os erros de minha alma
Esquecendo assim o que é o rancor

Quero navegar em teu oceano

Apagar minhas falhas como ser humano
E viver sem medo o amor.

 Gilson Costa